Os seguintes Workshops serão ministrados no dia 31 de outubro. Veja a programação e os locais abaixo.

É possível se inscrever em 2 workshops, durante o cadastro no evento (um de manhã e outro à tarde).


MANHÃ – 9h – 12h

Sala X – (Localização) – Internet e ensino: métodos e ideias para uso indolor de ferramentas
Responsáveis: Átila Iamarino (Nerdologia – USP), Rafael Bento Soares (USP) e Leandro R. Tessler (UNICAMP)

Ferramentas de mídias sociais podem promover aprendizagem, colaboração, participação em aula e até o impacto do conteúdo da disciplina.
Diferentes tipos de mídias como blogs, wikis, redes sociais como Twitter e Facebook ou até mídias com vídeos (YouTube) e podcasts podem ser incorporadas em aula com diferentes finalidades e dificuldades de adoção. Este workshop discutirá possíveis usos destas ferramentas com suas vantagens e desvantagens.
Especial atenção será dada às dificuldades e cuidados necessários. Serão apresentados também exemplos de uso  de cada uma delas.


Sala X – (Localização) – PORTIFÓLIOS REFLEXIVOS: estratégias de desenvolvimento profissional do estudante universitário
Responsáveis: Ana Maria Falcão de Aragão (UNICAMP)

Objetivamos apresentar como os portifólios reflexivos, pelas características que apresentam e pelos princípios que subentendem, são instrumentos cuja utilização nos processos de formação se revelam como estratégia muito vantajosa nos processos de construção de conhecimento. Na organização dos portifólios, a forma narrativa facilita a compreensão dos fatos narrados, dos motivos, justificações e sentidos que o narrador lhes atribui e, ainda, do pensamento do narrador subjacente ao processo interpretativo das ocorrências. Constituem, por isso, uma fonte de conhecimento para os formadores de professores e assumem desse ponto de vista uma dimensão epistêmica.


Sala X – (Localização) – Aula dialogada com artigo científico, como estratégia ativa de ensino
Responsáveis:  Fernanda Klein Marcondes e Lais Cardoso (UNICAMP)

O objetivo desta oficina é demonstrar, em uma atividade prática, a realização de aula dialogada com discussão de artigo científico. Em grupos, os participantes farão inicialmente a análise e discussão dos resultados de um artigo científico.
E, após breve discussão geral, será demonstrada a exposição oral do tópico em estudo, alternada com questões para discussão, relacionando o artigo científico, com o assunto da aula. Serão apresentados dados referentes à percepção discente sobre esta estratégia de ensino, em curso na área da saúde e serão discutidas possibilidades de adaptação desta estratégia a diferentes conteúdos, áreas e cursos.


Sala X – (Localização) – Workshop Novela de Escola
Responsáveis:  Ângela Soligo (UNICAMP)

Propõe-se realizar uma reflexão sobre as representações da escola e das vivências escolares, a partir das memórias dos participantes, que envolvam experiências positivas e negativas de sua trajetória escolar. A partir das reflexões e da identificação de pontos covergentes e divergentes dessas experiências, serão organizados textos literários chamados Novela de Escola, que representam sínteses das vivências escolares e se constituem em interessantes representações diagnósticas da educação e da escola, em suas constâncias históricas e transformações. A experiência com a Novela de Escola foi proposta originalmente pela autora quando ministrou a Disciplina Juventudes,  cidadania e Psicologia, no Profis – Unicamp.



TARDE – 14h – 17h

Sala X – (Localização) – Aplicação de jogos educacionais no ensino superior
Responsáveis:  Fernanda Klein Marcondes e Lais Cardoso

O objetivo desta oficina é apresentar um jogo educacional e demonstrar, de forma prática, o seu uso no ensino superior. Em grupos, os participantes, serão convidados a resolver um quebra-cabeça sobre o ciclo cardíaco, a fim de vivenciarem a necessidade de lembrar, relacionar e integrar conceitos prévios, bem como de exercer a habilidade de argumentação, durante a atividade.
Após a montagem do jogo, serão apresentadas questões sobre o tema a fim de se evidenciar a aplicação dos conceitos aprendidos em situações clínicas. Serão apresentados dados referentes ao efeito de jogos educacionais sobre o aprendizado de alunos de cursos na área da saúde, e serão discutidas possibilidades de adaptação desta estratégia a diferentes conteúdos, áreas e cursos.


Sala X – (Localização) – O Podcast como ferramenta de Aprendizado Imersivo
Responsável:  Ivan Mizanzuk (PUCPR)

O podcast é considerado uma das novas mídias que mais vem crescendo nos últimos anos. Sendo uma produção totalmente em áudio (como uma “rádio pela internet”), ela possui a vantagem de se poder produzir e narrar grandes histórias com baixo custo. Logo, lança-se o desafio: quais os melhores caminhos para se informar e entreter ao mesmo tempo, resultando assim em uma poderosa ferramenta no aprendizado?


Sala X – (Localização) – Team Based Learning
Responsáveis: Everton Soeiro e Valéria Vernaschi Lima (UFSCAR)

Atividade de TBL compartilhamento (Team Based Learning), tendo como tema a própria estratégia educacional TBL. Cuja intencionalidade será explorar os usos, limites e potencias , aplicações e reflexão sobre esta estratégia.

 

 


Sala X – (Localização) – Sete anos de inovação em sala de aula: aprendizagens com metodologias ativas em disciplinas de Física
Responsável:  Rickson Coelho Mesquita (UNICAMP)

Desde 2012, ano em que utilizamos pela primeira vez um sistema de gerenciamento de aprendizagem para inverter a sala de aula, até os dias de hoje, em que a aprendizagem baseada no domínio tem estimulado cada vez mais estudantes ao mesmo tempo que desafia preceitos básicos da administração acadêmica, o Instituto de Física (IFGW) da UNICAMP tem experimentado diversas formas de ensino ativo. Ao longo deste processo colecionamos sucessos e frustrações, adquirimos experiências e muito aprendizado. O objetivo deste workshop é contar a trajetória percorrida no uso de metodologias ativas nas disciplinas do IFGW, apresentar os resultados quantitativos e qualitativos destas mudanças, e discutir o que nós também aprendemos ao tentar ensinar de forma diferente.


Sala X – (Localização) – Plasma: o novo espaço de co-working/fablab da Unicamp, e suas potencialidades para o ensino de graduação e de pós-graduação
Responsável: Gabriela Celani (UNICAMP)

O Plasma é um novo espaço que está sendo criado para a comunidade da Unicamp. Os conceitos de colaboração e interdisciplinaridade são considerados fundamentais para que se tenha inovação, em especial quando acompanhados de equipamentos que possibilitam prototipar projetos e materializar ideias. O novo espaço incluirá um coworking e um fablab, mas pretende ser muito mais do que isso: pretende ser um espaço de motivação e uma fábrica de novas ideias, reunindo estudantes de diferentes áreas do conhecimento e fomentando a criatividade, o empreendedorismo e a cultura maker. Além disso, o Plasma será um espaço aberto 24 horas por dia, 7 dias por semana, e sua gestão será feita com a participação ativa dos estudantes em colaboração com professores, também de diferentes áreas do conhecimento. A apresentação pretende dar início a uma conversa sobre as diferentes possibilidades que o Plasma trará para a Graduação e a Pós-Graduação.


Sala X – (Localização) – Um framework para a integração das TIC nas práticas de sala de aula: estudo caso Programa InTEcEdu
Responsável: Juarez Bento da Silva (UFSC)

A palestra apresentará o framework para integração de tecnologias na educação básica, implementado no Programa InTecEdu, desenvolvido pelo Laboratório de Experimentação Remota (RExLab), da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). Inspirado na cultura maker, o modelo busca oportunizar aos docentes, da educação básica, que sejam os protagonistas da integração de tecnologia em seus planos de aulas. Uma vez que, estes estão encarregados de construir e produzir seus conteúdos digitais e outros recursos para suporte de suas atividades didáticas. Será apresentada a metodologia de implementação do framework, bem como os resultados até o momento de sua aplicação em escolas de educação básica da rede pública.


Sala X – (Localização) – Aprender Fazendo
Responsável: Maria Brasil (UNICAMP)

O método mais natural de aprender é fazendo. Mas o acúmulo exponencial de conhecimento gerou a necessidade de agilizar esse processo. Assim a aprendizagem tendeu a se transformar num processo passivo de transmissão de informações. Essa aceleração trouxe alguns prejuízos, como o desinteresse e a inabilidade dos estudantes em resolver problemas reais. O movimento maker é uma ferramenta para pode ajudar a resolver esses problemas. Um makerspace é literalmente um espaço de fazer. Fazer o quê? Nesse workshop vamos contar e demonstrar de forma prática um pouco do que se pode fazer num makerspace e porque esses espaços podem ser muito úteis para a educação de pessoas de todas as idades.


Sala X – (Localização) – Estudo de casos sobre a Metodologia sala de Aula Invertida
Responsável: Renan Lima (ITA)

Leitura breve de alguns cases de Sala de Aula Invertida e sugestões/debate sobre como proceder quando o aluno não cumpre a tarefa designada para a próxima aula.


Sala X – (Localização) – Laboratório Remoto no Ensino de Ciências
Responsável: Eduardo Galembeck (UNICAMP)

O workshop abordará como a Internet das Coisas pode beneficiar o ensino de de ciência na construção de aparatos que podem ser manipulados remotamente para a realização de experimentos originais, contribuindo com uso de metodologias de ensino por investigação.